qualasuadesculpaSemana passada minha geladeira estava precisando de limpeza. E você sabe como é. Mesmo tendo alguém que nos ajude em casa, tem coisas que a gente só vai achar que está bem feito se a gente fizer.

O problema é que eu estava enrolando, deixando para lá, arrumando desculpas para não fazer. E algumas muito boas como “tenho que ficar mais tempo com a minha filha”, “tenho que estudar para escrever um artigo”, “tenho que” e aí vai.

Mas a geladeira estava lá, precisando dos meus cuidados. E como nós não mandamos nada para o lixo comum, tenho que fazer um pente fino, separar o que está ruim para compostar e dar um jeito de usar o que está ficando ruim. Isso envolve cozinhar, fazer doces, conservas ou comida para o cachorro. Sem contar efetivamente limpar a geladeira. E olha que a geladeira nem estava assim tão ruim! Ops… outra desculpa para não fazer.

Afinal, não era apenas limpar a geladeira. Eram várias atividades que precisaria realizar para considerar a tarefa realizada. E eu estava sem tempo e lá lá lá… mais desculpas.

Foi quando me dei conta que estava procrastinando a limpeza da geladeira e que deveria tomar uma ação para resolver a questão de uma vez. O problema é que o trabalho todo iria levar mais tempo do que tenho disponível ao chegar em casa à noite.

Foi quanto adotei algumas ações para mudar a situação. E deu muito certo. Em três dias fiz tudo o que precisava, incluindo a comida do cachorro!

Então achei interessante escrever para compartilhar essa experiência e as ações que adotei. Se a procrastinação estiver sendo um problema para você, essas pequenas ações podem ajudá-lo a superá-la e fazer o que precisa ser feito:

  • Tenha um plano, mesmo que mental – às vezes nossa desculpa para procrastinação é acreditar que uma tarefa é maior, ou vai levar mais tempo, do que a realidade. Fazer um pequeno plano, com algumas tarefas básicas, acaba com essa ideia e torna o difícil muito mais fácil. No meu caso com a geladeira, defini o trabalho em três partes: separar os alimentos, limpar a geladeira e cozinhar.
  • Comece com simplicidade e não escolha muito o que fazer – se você já sabe o que precisa ser feito e tem um pequeno plano de ação com as tarefas básicas a serem executadas, não pense muito para começar. Escolha uma tarefa e comece. No meu caso, depois de dar banho na pequena e arrumar tudo para o outro dia, simplesmente abri a geladeira e comecei. O que aconteceu é que, 5 minutos depois, já estava completamente envolvida na tarefa e fui até o fim.
  • Fique atento para as desculpas – se tem uma coisa na qual nossa mente é muito boa, essa coisa é nos sabotar criando justificativas fantásticas para não fazer o que precisa ser feito. Não caia nessa! Simplesmente comece.
  • Associe um valor imensurável ao que tem que fazer – outra razão para a procrastinação é desmerecer uma tarefa, dizendo que ela não é importante, ou que fazê-la agora ou depois não fará diferença. Uma boa forma de superar isso é ter bem claro o impacto que fazer a tarefa vai gerar. Ou ter claro o prejuízo que terá caso não a faça. No meu caso, deixar a geladeira sem limpeza por mais tempo seria ter que conviver com um cheiro desagradável. Inaceitável!

Agora deixo as seguintes perguntinhas para ajudar você a superar a procrastinação:

  1. O que você tem deixado de fazer e que deveria estar fazendo?
  2. O quanto isso é ruim para você? Quais os problemas que não fazer isso gera?
  3. Quais três boas razões você tem para começar a resolver esse problema ainda hoje? Qual a mais forte? Como você pode dobrar a importância dessa razão?
  4. Liste 3 a 5 etapas necessária para realizar essa atividade. O que impede você de fazer a primeira ainda hoje?
  5. Nada? Então comece!

Gostou do artigo? Então não procrastine e deixe seu comentário.


Elaine Maria
Elaine Maria

Elaine Maria é Especialista em Prosperidade Sustentável, Coach e Educadora Financeira. Ajuda você a (re) organizar sua vida e suas finanças e ter dinheiro para fazer o que quiser.